30 de novembro de 2011

Paróquia São Pedro e São Paulo: Programação do mês de dezembro em nossa Paróquia

Paróquia São Pedro e São Paulo: Programação do mês de dezembro em nossa Paróquia: Caríssimos irmãos e irmãs, Graça e Paz! Que o Deus de toda consolação abençoe a todos agora e sempre, com os verdadeiros sinais de Paz e...

MINISTÉRIOS E PASTORAIS - LEITORES



O leitor é um membro da comunidade a quem foi confiado o serviço de aprofundar e detectar o dinamismo, o mistério e a força da Palavra de Deus, para poder proclamá-la na assembléia litúrgica. O leitor cristão deve sentir-se responsável pela Palavra que proclama na assembléia, para a edificação da comunicação.O serviço comunitário de leitor na celebração tem uma importância particular, em virtude da própria realidade da Palavra. Para transformar-se em acontecimento salvífico, esta última precisa ser anunciada por alguém. O leitor, como “homem da palavra”, como profeta, imprime vida à palavra escrita na Bíblia, a fim de que possa ser escutada e acolhida pela assembléia como Palavra de Deus.O leitor, por assim dizer, é uma pessoa simbólica-sacramental.

Evangelho (Mateus 4,18-22)

Quarta-Feira, 30 de Novembro de 2011 
Santo André, apóstolo

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18quando Jesus andava à beira do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores. 19Jesus disse a eles: “Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens”.20Eles imediatamente deixaram as redes e o seguiram. 21Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam na barca com seu pai Zebedeu, consertando as redes. Jesus os chamou. 22Eles imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

29 de novembro de 2011

DOMINUS - VEM PRO LADO DE CÁ


Evangelho (Lucas 10,21-24)

Terça-Feira, 29 de Novembro de 2011 
1ª Semana do Advento

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

21Naquele momento Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. 22Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”. 23Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que vêem o que vós vedes! 24Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

28 de novembro de 2011

BIOGRAFIA DE ELIANA RIBEIRO


Eliana Ribeiro

“Pode uma mulher, uma mãe esquecer-se daquele que amamenta? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca.”Isaías 49, 15

Meu nome é Eliana Ribeiro Morais de Oliveira, nasci no dia 13 de Fevereiro de 1977, em Vitória – ES.


Na Comunidade Canção Nova estou desde 1999!
Antes de entrar para a comunidade cantava no grupo de oração, fazia parte da secretaria Davi da RCC, estudava – fazia faculdade de Química (estava no 3º ano) e dava aulas de química para pré-vestibular.
Nunca cantei em barzinhos, “no mundo”. Comecei a cantar na Igreja com 18 anos.A minha conversão aconteceu no ano de 1993, num encontro para Jovens em Vitória – ES, com a presença do Pe. Léo (Comunidade Bethânia). Ali tive uma forte experiência do amor de Deus em minha vida. A partir de então comecei a dar passos de conversão pois era uma adolescente rebelde, envolvida com drogas, bebida, namoros, depressão e desejos de morte. Comecei a me empenhar e buscar confissão, eucaristia, mortificações e oração da comunidade e do terço, pois sabia que assim Jesus continuaria me libertando.
Me engajei na paróquia, no grupo de oração trabalhando com crianças; após um ano fui convidada para o ministério de música, no qual fiquei até o ano de 1998 antes de entrar para a comunidade. Iniciei meu caminho vocacional à Canção Nova, e em 99 fiz o meu discipulado, em Queluz – SP.A comunidade é o lugar da minha santificação, lugar onde o Senhor escolheu para eu realizar a missão de evangelizar, e acima de tudo viver o amor a Deus e aos irmãos, de acordo com os princípios evangélicos. Lugar para ser feliz.

SER CANÇÃO NOVA É BOM DEMAIS!!!
EU AMO ESTE LUGAR!!!

Dentro desta missão que é evangelizar, Deus me deu a graça de gravar meu primeiro cd em 2002, Tempo de colheita. Este CD revela a minha história em canções. Se Deus fez o que fez na minha vida (e continua fazendo) é porque Ele também pode fazer em todos aqueles que O buscam! A princípio achei que, por causa da minha história, de tudo o que vivi na dor, na conversão, nas derrotas, nas conquistas, na alegria, com este CD eu estaria hoje colhendo os frutos disso tudo. Na realidade não é “só” isso. A pregação da Canção Nova é esperança, vida, conversão e vinda do Senhor. Ele virá para “colher” os frutos, os bons frutos que serão aqueles que mesmo na dor, no sofrimento, nas tentações, agüentaram firmes, lutaram até o fim, e com a volta de Jesus conquistarão o Reino dos Céus. Todas as vezes que íamos gravar alguma música para o CD, rezávamos muito, e era isso que o Senhor nos falava, confirmando o título do CD, que está em Marcos 4, 26-29. Vale a pena conferir!
As músicas dizem da minha história. Entre elas, há uma que muito me emociona, que é “Olhando pra mim”: eu a fiz para o meu pai (que faleceu em Dezembro de 2000 num acidente automobilístico no qual estavam eu, o Fábio (na época era meu namorado), e minha mãe , no qual reconheço que a presença do meu pai da terra em minha vida foi uma linda experiência de amor do Pai do céu por mim, e que continua até hoje, e eu sei que é pra sempre.
No dia 14 de maio de 2004 eu e o Fábio nos casamos e quatro meses depois fomos enviados em missão para Portugal. Digo sempre que foi uma das maiores experiências de missão que já vivi. Lá tivemos a oportunidade de iniciar o projeto Espera no Senhor. Fizemos uma gravação ao vivo de algumas músicas inéditas com o povo português com o objetivo de registrar o tempo maravilhoso de evangelização que vivemos naquele país. Ao retornar ao Brasil demos continuidade ao projeto que se transformou no segundo CD Espera no Senhor com 11 faixas de estúdio e 5 ao vivo em Portugal.
Através dos CDs “Tempo de Colheita” e “Espera no Senhor”, espero que as pessoas façam uma profunda experiência do amor de Deus, que elas acreditem que o Senhor cuida de todas as coisas, que Ele tem o controle de tudo e jamais nos abandonará e que o impossível só Deus pode realizar.
Tenho uma riqueza de evangelização nas mãos que é o CD, preciso me empenhar ainda mais para ser fiel e cantar com a vida o que eu creio e em quem eu creio. É por isso que agradeço a Deus por essa missão que ele me confiou, ao Padre Jonas, ao Eto e a Luzia por acreditarem no meu ministério e de forma muito especial aos sócios da Canção Nova que sustentam esta obra e que investem em nós, é graças a sua generosidade nas doações que podemos gravar, escrever, enfim, evangelizar.
Muito obrigada a você que de alguma forma nos ajuda. No ano de 2007 alcançamos duas vitórias, digo alcançamos, pois eu só sou a Eliana Ribeiro porque sou Canção Nova em primeiro lugar e você que é da família Canção Nova celebra comigo estas conquistas: o disco de platina (125 mil cópias) do cd “Tempo de colheita” e o disco de ouro (50 mil cópias) do cd “Espera no Senhor”. Tudo isso para a honra e a glória do nosso Senhor Jesus Cristo! Conto com suas orações e acredite estou unida a você em oração por todas as suas intenções. Se você ainda não conhece o meu trabalho como ministra da música católica vale a pena adquirir.
Ligue agora mesmo: 012 3186 2600 ou acesse: http://shopping.cancaonova.com/

Com carinho
Eliana Ribeiro


Evangelho (Mateus 8,5-11)

Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2011 
1ª Semana do Advento

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 5quando Jesus entrou em Carfanaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: 6“Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia”. 7Jesus respondeu: “Vou curá-lo”. 8O oficial disse: “Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. 9Pois eu também sou subordinado e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: ‘Vai!, e ele vai; e a outro: ‘Vem!, e ele vem; e digo a meu escravo: ‘Faze isto!, e ele o faz”. 10Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: “Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. 11Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

27 de novembro de 2011


Evangelho (Marcos 13,33-37)

Domingo, 27 de Novembro de 2011 
1º Domingo do Advento

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 33Cuidado! Ficai atentos, porque não sabeis quando chegará o momento. 34É como um homem que, ao partir para o estrangeiro, deixou sua casa sob a responsabilidade de seus empregados, distribuindo a cada um sua tarefa. E mandou o porteiro ficar vigiando.
35Vigiai, portanto, porque não sabeis quando o dono da casa vem: à tarde, à meia-noite, de madrugada ou ao amanhecer. 36Para que não suceda que, vindo de repente, ele vos encontre dormindo.
37O que vos digo, digo a todos: Vigiai!”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

26 de novembro de 2011

EU NÃO GOSTAVA DE JOÃO PAULO II


EU NÃO GOSTAVA DE JOÃO PAULO II.

Escrevo enquanto vejo a morte do papa na TV. E me espanto com a imensa emoção mundial. Espanto-me também comigo mesmo: “Como eu estou sozinho!” – pensei.
Percebi que tinha de saber mais sobre mim, eu, sozinho, sem fé nenhuma, no meio deste oceano de pessoas rezando no Ocidente e Oriente. Meu pai, engenheiro e militar, me passou dois ensinamentos: ele era ateu e torcia pelo América Futebol Clube. Claro que segui seus passos. Fui América até os 12 anos, quando “virei casaca” para o Flamengo (mas até hoje tenho saudade da camisa vermelha, garibaldina, do time de João Cabral e Lamartine Babo), e parei de acreditar em Deus.
Sei que “de mortuis nihil nisi bonum” (“não se fala mal de morto”), mas devo confessar que nunca gostei desse papa. Por quê? Não sei. É que sempre achei, nos meus traumas juvenis, que papa era uma coisa meio inútil, pois só dava opiniões genéricas sobre a insânia do mundo, condenando a “maldade” e pedindo uma “paz” impossível, no meio da sujeira política.
Quando João Paulo entrou, eu era jovem e implicava com tudo. Eu achava vigarice aquele negócio de fingir que ele falava todas as línguas. Que papo era esse do papa? Lendo frases escritas em partituras fonéticas… Quando ele começou a beijar o chão dos países visitados, impliquei mais ainda. Que demagogia! – reinando na corte do Vaticano e bancando o humilde…
Um dia, o papa foi alvejado no meio da Praça de São Pedro, por aquele maluco islâmico, prenúncio dos tempos atuais. Eu tenho a teoria de que aquele tiro, aquela bala terrorista despertou-o para a realidade do mundo. E o papa sentiu no corpo a desgraça política do tempo. Acho que a bala mudou o papa. Mas, fiquei irritadíssimo quando ele, depois de curado, foi à prisão “perdoar” o cara que quis matá-lo. Não gostei de sua “infinita bondade” com um canalha boçal. Achei falso seu perdão que, na verdade, humilhava o terrorista babaca, como uma vingança doce.
E fui por aí, observando esse papa sem muita atenção. É tão fácil desprezar alguém, ideologicamente… Quando vi que ele era “reacionário” em questões como camisinha, pílula e contra os arroubos da Igreja da Libertação, aí não pensei mais nele… Tive apenas uma admiração passageira por sua adesão ao Solidariedade do Walesa, mas, como bom “materialista”, desvalorizei o movimento polonês como “idealista”, com um Walesa meio “pelego”. E o tempo passou.
Depois da euforia inicial dos anos 90, vi que aquela esperança de entendimento político no mundo, capitaneado pelo Gorbachev, fracassaria. Entendi isso quando vi o papai Bush falando no Kremlin, humilhando o Gorba, considerando-se “vitorioso”, prenunciando as nuvens negras de hoje com seu filhinho no poder. Senti que o sonho de entendimento socialismo-capitalismo ia ser apenas o triunfo triste dos neoconservadores. O mundo foi piorando e o papa viajando, beijando pés, cantando com Roberto Carlos no Rio. Uma vez, ele declarou: “A Igreja Católica não é uma democracia.” Fiquei horrorizado naquela época liberalizante e não liguei mais para o papa “de direita”.
Depois, o papa ficou doente, há dez anos. E eu olhava cruelmente seus tremores, sua corcova crescente e, sem compaixão nenhuma, pensava que o pontífice não queria “largar o osso” e ria, como um anti-Cristo.
Até que, nos últimos dias, João Paulo II chegou à janela do Vaticano, tentou falar… e num esgar dolorido, trágico, foi fotografado em close, com a boca aberta, desesperado.
Essa foto é um marco, um símbolo forte, quase como as torres caindo em NY. Parece um prenúncio do Juízo Final, um rosto do Apocalipse, a cara de nossa época. É aterrorizante ver o desespero do homem de Deus, do Infalível, do embaixador de Cristo. Naquele momento, Deus virou homem. E, subitamente, entendi alguma coisa maior que sempre me escapara: aquele rosto retorcido era o choro de uma criança, um rosto infantil em prantos! O papa tinha voltado ao seu nascimento e sua vida se fechava. Ali estava o menino pobre, ex-ator, ex-operário, ali estavam as vítimas da guerra, os atacados pelo terror, ali estava sua imensa solidão igual à nossa. Então, ele morreu. E ontem, vendo os milhões chorando pelo mundo, vendo a praça cheia, entendi de repente sua obra, sua imensa importância. Vendo a cobertura da Globo, montando sua vida inteira, seus milhões de quilômetros viajados, da África às favelas do Nordeste, entendi o papa. Emocionado, senti minha intensíssima solidão de ateu. Eu estava fora daquelas multidões imensas, eu não tinha nem a velha ideologia esfacelada, nem uma religião para crer, eu era um filho abandonado do racionalismo francês, eu era um órfão de pai e mãe. Aí, quem tremeu fui eu, com olhos cheios d’água. E vi que Karol Wojtyla, tachado superficialmente de “conservador”, tinha sido muito mais que isso. Ele tinha batido em dois cravos: satisfez a reacionaríssima Cúria Romana implacável e cortesã e, além disso, botou o pé no mundo, fazendo o que italiano nenhum faria: rezar missa para negões na África e no Nordeste, levando seu corpo vivo como símbolo de uma espiritualidade perdida. O conjunto de sua obra foi muito além de ser contra ou a favor da camisinha. Papa não é para ficar discutindo questões episódicas. É muito mais que isso. Visitou o Chile de Pinochet e o Iraque de Saddam e, ao contrário de ser uma “adesão alienada”, foi uma crítica muito mais alta, mostrando-se acima de sórdidas políticas seculares, levando consigo o Espírito, a idéia de Transcendência acima do mercantilismo e de ditaduras. E foi tão “moderno” que usou a “mídia” sim, muito bem, como Madonna ou Pelé.
E nisso, criticou a Cúria por tabela, pois nenhum cardeal sairia do conforto dos palácios para beijar pé de mendigo na América Latina. João Paulo cumpriu seu destino de filósofo acima do mundo, que tanto precisa de grandeza e solidariedade.
Sou ateu, sozinho, condenado a não ter fé, mas vi que se há alguma coisa de que precisamos hoje é de uma nova ética, de um pensamento transcendental, de uma espiritualidade perdida. João Paulo na verdade deu um show de bola.

Por Arnaldo Jabor


Evangelho (Lucas 21,34-36)

Sábado, 26 de Novembro de 2011
34ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 34“Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; 35pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra.
36Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar a tudo o que deve acontecer e para ficardes de pé diante do Filho do Homem”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

25 de novembro de 2011


Evangelho (Lucas 21,29-33)

Sexta-Feira, 25 de Novembro de 2011 
34ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 29Jesus contou-lhes uma parábola: “Olhai a figueira e todas as árvores.30Quando vedes que elas estão dando brotos, logo sabeis que o verão está perto. 31Vós também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto. 32Em verdade, eu vos digo: tudo isso vai acontecer antes que passe esta geração.33O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

24 de novembro de 2011

Paróquia São Pedro e São Paulo: Carta aos Paroquianos de São Pedro e São Paulo - C...

Paróquia São Pedro e São Paulo: Carta aos Paroquianos de São Pedro e São Paulo - C...: Caríssimos irmãos e irmãs, Graça e Paz! Que o Pai das Misericórdias nos conceda por meio do Seu Filho Amado, nosso Senhor Jesus Cristo, to...

Evangelho (Lucas 21,20-28)

Quinta-Feira, 24 de Novembro de 2011 
Sto. André Dung-Lac, Comps. Mts.

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 20“Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. 21Então, os que estiverem na Judeia, devem fugir para as montanhas; os que estiverem no meio da cidade, devem afastar-se; os que estiverem no campo, não entrem na cidade. 22Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras.
23Infelizes das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá uma grande calamidade na terra e ira contra este povo. 24Serão mortos pela espada e levados presos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos infiéis, até que o tempo dos pagãos se complete. 25Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. 26Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. 27Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. 28Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

23 de novembro de 2011

MISSA DE SÃO TARCÍSIO 2011





OUTRAS FOTOS VOCÊ CONFERE AQUI: 
http://www.orkut.com.br/Main#AlbumList?uid=6764460639552821473

Caso peça o e-mail na hora de adicionar digite: gcsapb@gmail.com !


MINISTÉRIOS E PASTORAIS - MINISTROS DA COMUNHÃO


ministro extraordinário da comunhão é, na Igreja Católica, um leigo a quem é dada permissão, de forma temporária ou permanente, de distribuir a comunhão aos fiéis, na missa ou noutras circunstâncias, quando não há um ministro ordenado (bispo, presbítero ou diácono) que o possa fazer.
Chamam-se extraordinários porque só devem exercer o seu ministério em caso de necessidade, e porque os ministros ordinários (isto é, habituais) da comunhão são apenas os fiéis que receberam o sacramento da ordem. Na verdade, é a estes que compete, por direito, distribuir a comunhão. Por esse motivo, o nome desta função é ministro extraordinário da comunhão, e não da Eucaristia, visto que apenas os sacerdotes são ministros da Eucaristia, e a função dos ministros extraordinários da comunhão exerce-se apenas na sua distribuição.
Os ministros extraordinários da comunhão surgiram na Igreja Católica após o Concílio Vaticano II, como resposta à escassez de ministros ordenados, e à necessidade de pessoas que pudessem auxiliar os ministros ordenados na distribuição da comunhão em diversas circunstâncias, tarefa que para muitos se tornava demasiado extenuante devido ao tempo e esforço despendido. A introdução de ministros leigos que pudessem auxiliar na ausência de outros ministros ordenados teve como finalidade trazer mais eficácia e dignidade à distribuição da Eucaristia.
Bem acolhida na generalidade, esta novidade, contudo, não foi bem aceita por muitos católicos tradicionalistas, que sublinharam a anterior disciplina de não permitir aos leigos, em absoluto, tocar no pão ou no vinho consagrado nem nos vasos sagrados que os contêm.


Evangelho (Lucas 21,12-19)

Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2011 
34ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 12“Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. 13Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. 14Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; 15porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. 16Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. 17Todos vos odiarão por causa do meu nome. 18Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. 19É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

22 de novembro de 2011

Paróquia São Pedro e São Paulo: Corrente do bem...

Paróquia São Pedro e São Paulo: Corrente do bem...: "O amor está em suas veias. Declare o seu doando sangue"

NOVIDADES AQUI NO BLOG

Nosso blog depois de passar por uma reforma muito boa no seu visual, agora tem investido em conteúdo para vocês que nos visitam. Colocamos toda segunda-feira a biografia de uma banda ou cantor católico, toda quarta temos um texto que explica sobre os grupos e pastorais da igreja católica, todo sábado será dia de reflexão, além disso toda terça será dia de música aqui no -OS COROINHAS-.
Outra novidade são alguns podcasts da Eliana Ribeiro que estão no topo da página, além da já conhecida lista de blogs parceiros.
Temos também novos marcadores das postagens, como o Reportagem Especial que mostra em uma série de postagens um assunto determinado, geralmente uma comemoração da igreja ou outro assunto de relevância que é abordado em etapas.
Além disso, novos sites de cantores foram colocados em "Música Cristã", e novos sites na barra "Visite". Desses novos sites, destacamos o JP2, o site que nos traz um pouco da vida e missão do Papa João Paulo II.



Evangelho (Lucas 21,5-11)

Terça-Feira, 22 de Novembro de 2011 
Santa Cecília

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 5algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: 6“Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. 7Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?” 8Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ E ainda: ‘O tempo está próximo’. Não sigais essa gente! 9Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”. 10E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. 11Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

21 de novembro de 2011


Evangelho (Mateus 12,46-50)

Segunda-Feira, 21 de Novembro de 2011 
Apresentação de Nossa Senhora

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”. 48Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Paróquia São Pedro e São Paulo: DOAÇÃO DE SANGUE

Paróquia São Pedro e São Paulo: DOAÇÃO DE SANGUE: A nossa paroquiana Manayres está internada no Hospital Laureano e como filhos de um mesmo senhor e Deus que faz de nós uma família, nós já...

DOAÇÃO DE SANGUE - @Yrisinha_


Estive com meu amigo e coroinha Jonnatha Rolim no Hemocentro um dia desses pois ele queria, desde que ainda estava com 17 anos, doar sangue. Até que completados seus 18 anos fomos até a unidade em João Pessoa e depois de cadastrado e entrado na sala de triagem o nosso amigo foi dispensado devido ao seu peso em relação à sua altura. Muito triste ele foi para casa na vontade de voltar ali em pouco tempo.
Devo dizer que em nenhuma outra vez estive tão empolgado com a campanha de doação de sangue quanto nessa ida ao Hemocentro com ele, porque ali eu pude ver as coisas de uma forma mais próxima e mais dinâmica. É empolgante demais.
Agora para nós em especial da paróquia temos o exemplo da paroquiana Manayres dos Santos Silva, que está  precisando de sangue.
Isso me motivou mais ainda no incentivo à doação de sangue. Manayres nos deu um grande impulso no trabalho de motivação à doação de sangue.
E para que você possa ajudar leia essa postagem do blog da paróquia: http://paroquiatibiri02.blogspot.com/2011/11/doacao-de-sangue.html

20 de novembro de 2011

Paróquia São Pedro e São Paulo: A solenidade de Cristo Rei

Paróquia São Pedro e São Paulo: A solenidade de Cristo Rei: A ele que nos ama e nos libertou de vossos pecados com seu Sangue...a glória e o poder pelos séculos (Ap 1, 5-6) Colocada no fim do ano...

OLIMPÍADAS PAROQUIAIS

atletismo-olimpiadas 
Hoje será realizada a ABERTURA das Olimpíadas Paroquiais da Paróquia São Pedro e São Paulo. Após a Missa das 19hs os atletas sairão da Praça João Crisóstomo (Praça do Chafariz) em direção à Praça Maria de Lela (Praça da Igreja). Conduzindo a tocha estarão alguns dos participantes. Os crismandos da Paróquia foram intensamente incentivados à participação nas Olimpíadas, cada turma estará representada por uma cor.



Nas modalidades estão incluídas o Futebol, futsal, beach soccer, vôlei, handebol, travinha ôca, atletismo, dominó, dama, além da Gincana Bíblica que vai testar os conhecimentos acerca da Bíblia e da nossa paróquia.
As competições acontecerão a partir de amanhã já com o dominó e dama, seguindo até a sexta-feira e retornando os jogos na semana que vem. Serão duas semanas de jogos. O encerramento será no dia 3 de dezembro no Auditório da Paróquia.



Evangelho (Mateus 25,31-46)

Domingo, 20 de Novembro de 2011
Jesus Cristo, Rei do Universo

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 31“Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso.
32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.
34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’.
37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 39Quando foi que te vimos doente ou preso e fomos te visitar?’
40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’
41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. 42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber; 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não me fostes visitar’.
44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’
45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo: todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’
46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

19 de novembro de 2011


Evangelho (Lucas 20,27-40)

Sábado, 19 de Novembro de 2011 
Ss. Roque González, Afonso R., João del Castillo

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 27aproximaram-se de Jesus alguns saduceus, que negam a ressurreição, 28e lhe perguntaram: “Mestre, Moisés deixou-nos escrito: se alguém tiver um irmão casado e este morrer sem filhos, deve casar-se com a viúva a fim de garantir a descendência para o seu irmão. 29Ora, havia sete irmãos. O primeiro casou e morreu, sem deixar filhos. 30Também o segundo 31e o terceiro se casaram com a viúva. E assim os sete: todos morreram sem deixar filhos. 32Por fim, morreu também a mulher. 33Na ressurreição, ela será esposa de quem? Todos os sete estiveram casados com ela”.
34Jesus respondeu aos saduceus: “Nesta vida, os homens e as mulheres casam-se,35mas os que forem julgados dignos da ressurreição dos mortos e de participar da vida futura, nem eles se casam nem elas se dão em casamento; 36e já não poderão morrer, pois serão iguais aos anjos, serão filhos de Deus, porque ressuscitaram.
37Que os mortos ressuscitam, Moisés também o indicou na passagem da sarça, quando chama o Senhor ‘o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó’. 38Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos, pois todos vivem para ele”. 39Alguns doutores da Lei disseram a Jesus: “Mestre, tu falaste muito bem”. 40E ninguém mais tinha coragem de perguntar coisa alguma a Jesus.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

18 de novembro de 2011

II FESTIVAL DE DANÇA CRISTÃ



NÃO PRECISAMOS FALAR MAIS NADA!

Evangelho (Lucas 19,45-48)

Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2011 
Dedicação Basílicas S. Pedro e S. Paulo

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 45Jesus entrou no Templo e começou a expulsar os vendedores. 46E disse: “Está escrito: ‘Minha casa será casa de oração’. No entanto, vós fizestes dela um antro de ladrões”. 47Jesus ensinava todos os dias no Templo. Os sumos sacerdotes, os mestres da Lei e os notáveis do povo procuravam modo de matá-lo. 48Mas não sabiam o que fazer, porque o povo todo ficava fascinado quando ouvia Jesus falar.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

17 de novembro de 2011

DEIXE-ME NASCER - CELINA BORGES


Evangelho (Lucas 19,41-44)

Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2011 
Santa Isabel da Hungria

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 41quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar. E disse: 42“Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isso está escondido aos teus olhos! 43Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados. 44Eles esmagarão a ti e a teus filhos. E não deixarão em ti pedra sobre pedra. Porque tu não reconheceste o tempo em que foste visitada”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

16 de novembro de 2011

MINISTÉRIOS E PASTORAIS - COROINHAS


Pastoral dos Coroinhas tem como função:
Servir o altar; acompanhar o celebrante, rezar e participar das celebrações..
O coroinha não é um enfeite. Ele tem uma função importante. Desempenha um ministério, um serviço.

O que é preciso para ser um coroinha?

Para ser coroinha, não são necessários muitos requisitos. Basta fazer o seguinte:
  • ter vontade de ajudar e aprender as funções;
  • ser disponível para DEUS e para a comunidade;
  • espírito sensível: estar atento às necessidades;
  • espírito de equipe: ninguém constrói nada sozinho, muito menos a Igreja e o reino de Deus. Portanto, no grupo de coroinhas não deve haver competição, mas entreajuda, companheirismo e amizade;
  • esforçar-se para ser bom, procurando viver o que Jesus ensinou, é preciso esforço para ser bom em casa, na escola e participar para valer da vida da comunidade,
  • e o principal: espírito de fé: a celebração eucarística é o momento mais forte da vida da comunidade. É ali que todos celebramos nossas vidas, nossas lutas pela justiça e a fraternidade. Por isso, o coroinha não está no altar como se estivesse fazendo um teatro. Ele esta ali para ajudar a comunidade a rezar. Assim, deve participar da celebração com atenção e piedade.

Conheça blogs de grupos de coroinhas aqui: http://oscoroinhas.blogspot.com/p/blogs-parceiros.html


Evangelho (Lucas 19,11-28)

Quarta-Feira, 16 de Novembro de 2011 
33ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11Jesus acrescentou uma parábola, porque estava perto de Jerusalém e eles pensavam que o Reino de Deus ia chegar logo. 12Então Jesus disse:
“Um homem nobre partiu para um país distante, a fim de ser coroado rei e depois voltar.13Chamou então dez dos seus empregados, entregou cem moedas de prata a cada um e disse: ‘Procurai negociar até que eu volte’.
14Seus concidadãos, porém, o odiavam, e enviaram uma embaixada atrás dele, dizendo: ‘Nós não queremos que esse homem reine sobre nós’. 15Mas o homem foi coroado rei e voltou. Mandou chamar os empregados, aos quais havia dado o dinheiro, a fim de saber quanto cada um havia lucrado. 16O primeiro chegou e disse: ‘Senhor, as cem moedas renderam dez vezes mais’. 17O homem disse: ‘Muito bem, servo bom. Como foste fiel em coisas pequenas, recebe o governo de dez cidades’.
18O segundo chegou e disse: ‘Senhor, as cem moedas renderam cinco vezes mais’. 19O homem disse também a este: ‘Recebe tu também o governo de cinco cidades’. 20Chegou o outro empregado e disse: ‘Senhor, aqui estão as tuas cem moedas que guardei num lenço, 21pois eu tinha medo de ti, porque és um homem severo. Recebes o que não deste e colhes o que não semeaste’. 22O homem disse: ‘Servo mau, eu te julgo pela tua própria boca. Tu sabias que eu sou um homem severo, que recebo o que não dei e colho o que não semeei. 23Então, por que tu não depositaste meu dinheiro no banco? Ao chegar, eu o retiraria com juros’. 24Depois disse aos que estavam aí presentes: ‘Tirai dele as cem moedas e dai-as àquele que tem mil’. 25Os presentes disseram: ‘Senhor, esse já tem mil moedas!’ 26Ele respondeu: ‘Eu vos digo: a todo aquele que já possui, será dado mais ainda; mas àquele que nada tem, será tirado até mesmo o que tem. 27E quanto a esses inimigos, que não queriam que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui e matai-os na minha frente’”. 28Jesus caminhava à frente dos discípulos, subindo para Jerusalém.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

15 de novembro de 2011

ALÉM DO VÉU - ADORAÇÃO E VIDA


Evangelho (Lucas 19,1-10)

Terça-Feira, 15 de Novembro de 2011 
33ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus tinha entrado em Jericó e estava atravessando a cidade. 2Havia ali um homem chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos e muito rico.3Zaqueu procurava ver quem era Jesus, mas não conseguia, por causa da multidão, pois era muito baixo. 4Então ele correu à frente e subiu numa figueira para ver Jesus, que devia passar por ali. 5Quando Jesus chegou ao lugar, olhou para cima e disse: “Zaqueu, desce depressa! Hoje eu devo ficar na tua casa”. 6Ele desceu depressa, e recebeu Jesus com alegria. 7Ao ver isso, todos começaram a murmurar, dizendo: “Ele foi hospedar-se na casa de um pecador!” 8Zaqueu ficou de pé, e disse ao Senhor: “Senhor, eu dou a metade dos meus bens aos pobres, e se defraudei alguém, vou devolver quatro vezes mais”.
9Jesus lhe disse: “Hoje a salvação entrou nesta casa, porque também este homem é um filho de Abraão. 10Com efeito, o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

14 de novembro de 2011

BIOGRAFIA DE DAVIDSON SILVA



Jovem cantor mineiro, Davidson Silva nasceu a 04 de Maio de 1977. Desde a infância, munido de um forte dom musical começou a participar dos concursos de rádio na cidade de Belo Horizonte.
Na adolescência integrou o coral da Paróquia e do colégio onde estudava.
Aos 16 anos ingressou no Coral Bone Yesu sob a regência do maestro Edson d’Oliveira de quem recebeu conhecimentos e direcionamentos técnicos mais consistentes, e com quem fez várias apresentações pela Europa.
Pouco mais tarde, convidado pela cantora Celina Borges, como backing vocal e fazendo duetos com a mesma, percorreu todo Brasil e até o exterior, Canadá e Estados Unidos em vários shows.
Em 2003, Davidson Silva ingressou na Comunidade de Aliança Shalom e, a partir de então, direcionou sua vida para a contemplação, vida fraterna e apostólica, segundo o carisma de sua vocação.
Sua missão de evangelizar através da música ganhou um novo sentido e amplitude: levar o Shalom do Pai, a todos os corações sedentos de Deus, necessitados de sua paz e de sua misericórdia.
Davidson lançou em 2005 seu primeiro CD solo, AGUAS PROFUNDAS.
Agora no ano de 2010 lança seu segundo trabalho solo que tem como nome TOMÉ.
Esse novo album traz uma forte marca do novo tempo em sua vida, composições que traduzem com muita arte, beleza, criatividade e intensidade musical e interpretativa, a sua experiência com o Ressuscitado que passou pela cruz.
Davidson Silva é considerado na atualidade uma das vozes mais bonitas da música católica.


Evangelho (Lucas 18,35-43)

Segunda-Feira, 14 de Novembro de 2011 
33ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

35Quando Jesus se aproximava de Jericó, um cego estava sentado à beira do caminho, pedindo esmolas. 36Ouvindo a multidão passar, ele perguntou o que estava acontecendo.37Disseram-lhe que Jesus Nazareno estava passando por ali. 38Então o cego gritou: “Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!” 39As pessoas que iam na frente mandavam que ele ficasse calado. Mas ele gritava mais ainda: “Filho de Davi, tem piedade de mim!”40Jesus parou e mandou que levassem o cego até ele. Quando o cego chegou perto, Jesus perguntou: 41“Que queres que eu faça por ti?” O cego respondeu: “Senhor, eu quero enxergar de novo”. 42Jesus disse: “Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou”. 43No mesmo instante, o cego começou a ver de novo e seguia Jesus, glorificando a Deus. Vendo isso, todo o povo deu louvores a Deus.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

13 de novembro de 2011


Evangelho (Mateus 25,14-30)

Domingo, 13 de Novembro de 2011 
33º Domingo do Tempo Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus contou esta parábola a seus discípulos: “Um homem ia viajar para o estrangeiro. Chamou seus empregados e lhes entregou seus bens.
15A um deu cinco talentos, a outro deu dois e ao terceiro, um; a cada qual de acordo com a sua capacidade. Em seguida viajou.
16O empregado que havia recebido cinco talentos saiu logo, trabalhou com eles e lucrou outros cinco.
17Do mesmo modo, o que havia recebido dois lucrou outros dois.
18Mas aquele que havia recebido um só saiu, cavou um buraco na terra, e escondeu o dinheiro do seu patrão.
19Depois de muito tempo, o patrão voltou e foi acertar contas com os empregados.
20O empregado que havia recebido cinco talentos entregou-lhe mais cinco, dizendo: ‘Senhor, tu me entregaste cinco talentos. Aqui estão mais cinco, que lucrei’. 21O patrão lhe disse: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!’
22Chegou também o que havia recebido dois talentos, e disse: ‘Senhor, tu me entregaste dois talentos. Aqui estão mais dois que lucrei’. 23O patrão lhe disse: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!’
24Por fim, chegou aquele que havia recebido um talento, e disse: ‘Senhor, sei que és um homem severo, pois colhes onde não plantaste e ceifas onde não semeaste. 25Por isso, fiquei com medo e escondi o teu talento no chão. Aqui tens o que te pertence’.
26O patrão lhe respondeu: ‘Servo mau e preguiçoso! Tu sabias que eu colho onde não plantei e ceifo onde não semeei? 27Então, devias ter depositado meu dinheiro no banco, para que, ao voltar, eu recebesse com juros o que me pertence’.
28Em seguida, o patrão ordenou: ‘Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! 29Porque a todo aquele que tem será dado mais, e terá em abundância, mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado. 30Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora, na escuridão. Aí haverá choro e ranger de dentes’”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

12 de novembro de 2011

EDIR MACEDO DIZ QUE ORAÇÕES NÃO ANULAM MALDIÇÕES



Usando uma parte da história de Davi, o líder da Igreja Universal do Reino de Deus escreveu em seu blog que a oração não desfaz a maldição e nem mesmo a confissão e o arrependimento puderam impedir que a ira de Deus caísse sobre Israel.
Edir Macedo diz que somente um sacrifício é que pode cessar a maldição na vida de uma pessoa. Essa conclusão ele chegou com o capítulo 21 de I Crônicas. Quando, diante do mal que recaiu sob Israel, Davi ofereceu um sacrifício.
“Não sou eu o que disse que se contasse o povo? Eu é que pequei, eu é que fiz muito mal; porém estas ovelhas que fizeram? Ah! Senhor, meu Deus, seja, pois, a Tua mão contra mim e contra a casa de meu pai e não para castigo do Teu povo.” I Crônicas 21.17
É firmado nesse versículo que no domingo, 25/09, Macedo esteve no local onde está sendo construído o Templo de Salomão para apresentar “o sacrifício dos amaldiçoados”.
“Se o leitor carrega em si uma maldição, e estiver interessado em participar deste propósito de fé, entregue seu sacrifício até domingo em qualquer IURD”, escreveu Macedo.


É ISSO O QUE GERA A LIVRE INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA! (Lucas Isídio).

Evangelho (Lucas 18,1-8)

Sábado, 12 de Novembro de 2011
São Josafá

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo: 2“Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum. 3Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário!’ 4Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: ‘Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum. 5Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha agredir-me!’” 6E o Senhor acrescentou: “Escutai o que diz este juiz injusto. 7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar? 8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

11 de novembro de 2011


Evangelho (Lucas 17,26-37)

Sexta-Feira, 11 de Novembro de 2011 
São Martinho de Tours

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 26“Como aconteceu nos dias de Noé, assim também acontecerá nos dias do Filho do Homem. 27Eles comiam, bebiam, casavam-se e se davam em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. Então chegou o dilúvio e fez morrer todos eles. 28Acontecerá como nos dias de Ló: comiam e bebiam, compravam e vendiam, plantavam e construíam. 29Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, Deus fez chover fogo e enxofre do céu e fez morrer todos. 30O mesmo acontecerá no dia em que o Filho do Homem for revelado. 31Nesse dia, quem estiver no terraço, não desça para apanhar os bens que estão em sua casa. E quem estiver nos campos não volte para trás. 32Lembrai-vos da mulher de Ló. 33Quem procura ganhar a sua vida vai perdê-la; e quem a perde vai conservá-la. 34Eu vos digo: nesta noite, dois estarão numa cama; um será tomado e o outro será deixado. 35Duas mulheres estarão moendo juntas; uma será tomada e a outra será deixada. 36Dois homens estarão no campo; um será levado e o outro será deixado”. 37Os discípulos perguntaram: “Senhor, onde acontecerá isso?” Jesus respondeu: “Onde estiver o cadáver, aí se reunirão os abutres”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

10 de novembro de 2011

CANTO DAS ÍRIAS - PARTE 3



O Texto é escrito por Wilde Fábio Diretor e Roteirista do espetáculo desde a primeira edição, é consagrado na Comunidade Católica Shalom e trabalha há quinze anos em textos e montagens por todo o Brasil. Seu trabalho tem adquirido espaço no cenário nacional e internacional, como no musical "Resposta" apresentado em Roma, Fortaleza e em outras cidades.

Paulo Tavares


Evangelho (Lucas 17,20-25)

Quinta-Feira, 10 de Novembro de 2011 
São Leão Magno

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 20os fariseus perguntaram a Jesus sobre o momento em que chegaria o Reino de Deus. Jesus respondeu: “O Reino de Deus não vem ostensivamente. 21Nem se poderá dizer: ‘Está aqui’ ou ‘Está ali’, porque o Reino de Deus está entre vós”.
22E Jesus disse aos discípulos: “Dias virão em que desejareis ver um só dia do Filho do Homem e não podereis ver. 23As pessoas vos dirão: ‘Ele está ali’ ou ‘Ele está aqui’. Não deveis ir, nem correr atrás. 24Pois, como o relâmpago brilha de um lado até o outro do céu, assim também será o Filho do Homem, no seu dia. 25Antes, porém, ele deverá sofrer muito e ser rejeitado por esta geração”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

9 de novembro de 2011

ABERTURA DO SÍNODO DIOCESANO DA ARQUIDIOCESE DA PARAÍBA


No dia da padroeira da capital paraibana, 5 de agosto, o Arcebispo da Paraíba, Dom Aldo di Cillo Pagotto, convocou oficialmente os presbíteros, diáconos, religiosos, religiosas, lideranças cristãs, fiéis leigos/leigas, para a celebração dos 100 anos da elevação da Arquidiocese da Paraíba e sede da Província Eclesiástica (1914-2014). O I Sínodo Diocesano terá como tema: “A Identidade, a Vida e a Missão da Igreja na Paraíba”, e como lema: “Temos um longo caminho a percorrer”.
“À luz da Palavra de Deus, do Concílio Vaticano II, da Conferência de Aparecida e das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, o objetivo do Sínodo é avaliar a qualidade da evangelização praticada ao longo dos 100 anos da Arquidiocese e planejar a ação evangelizadora e pastoral e formativa para os anos vindouros”, explica Dom Aldo.
A partir da convocação do Sínodo, até o mês de outubro de 2011, será realizada uma pesquisa sobre a Igreja na Paraíba junto às esferas eclesiais (pesquisa interna) e aos representantes de diversos setores da sociedade (pesquisa externa). Após a realização e o resultado da pesquisa sobre o rosto da Igreja no Estado, serão refletidas as marcas históricas significativas ao longo dos seus 100 anos de caminhada. No decorrer dos anos 2012 e 2013, a temática “Identidade, Vida e Missão” será abordada por etapas concatenadas. Trata-se de esclarecer a fé e a vida da Igreja.
Os trabalhos sinodais vão ser desenvolvidos a partir de três comissões: Comissão Histórica e Patrimonial, Comissão Teológica e Pastoral e Comissão para a Formação dos Ministérios Ordenados e Leigos. “Devemos buscar a integração das 3 dimensões: a Palavra de Deus, a Liturgia e a Caridade. Elas correspondem ao múnus ou ministério: profético, sacerdotal e régio de Jesus Cristo, participado a todo cristão batizado. Essas dimensões articulam as intuições do Concílio Vaticano II, fundamentadas na ‘Lumen Gentium’ (A Luz dos Povos) e dos Documentos referenciais a serem trabalhados intensamente no Sínodo”, comenta o Arcebispo.
O Sínodo pretende responder algumas questões na mudança de época na qual vivemos: o que Deus quer de nós e da nossa Igreja? O que a sociedade espera da Igreja? Quais serão as propostas concretas para enfrentar tantos desafios? Como a Igreja dialoga e interage com a sociedade? Como atua nos centros de decisão política, nos meios de comunicação, nas universidades, escolas, no mundo do trabalho, enfim, nos ambientes e circunstâncias onde a vida acontece?
“Esperamos alcançar, entre outros frutos do Sínodo: a valorização dos ministérios leigos, a fundação de uma escola de formação teológica e pastoral para leigos, a construção de um centro pastoral, a criação de novas áreas pastorais e construções de igrejas nas periferias, o compromisso do serviço voluntário nas várias expressões pastorais de transformação social. Que todos apresentem suas orações e gestos de seu empenho efetivo para que o Senhor imponha a sua bênção sobre o que estamos para realizar! Orem com a Palavra, reflitam a vida à sua luz, contemplem a revelação do Mistério de Amor, abram-se às inspirações do Espírito e suas moções em função da edificação do bem da comunidade e da civilização cristã! Entreguemo-nos ao patrocínio da Virgem Maria Imaculada, à Excelsa Senhora das Neves, em nossas intenções, rogando ao Senhor a graça de realizar o I Sínodo Diocesano, conforme a providência dos seus desígnios”, finaliza Dom Aldo Pagotto.
Fonte: PASCOM

Evangelho (João 2,13-22)

Quarta-Feira, 9 de Novembro de 2011 
Dedicação da Basílica de Latrão

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

13Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém. 14No Templo, encontrou os vendedores de bois, ovelhas e pombas e os cambistas que estavam aí sentados. 15Fez então um chicote de cordas e expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois; espalhou as moedas e derrubou as mesas dos cambistas. 16E disse aos que vendiam pombas: “Tirai isto daqui! Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio!” 17Seus discípulos lembraram-se, mais tarde, que a Escritura diz: “O zelo por tua casa me consumirá”. 18Então os judeus perguntaram a Jesus: “Que sinal nos mostras para agir assim?” 19Ele respondeu: “Destruí este Templo, e em três dias o levantarei”.20Os judeus disseram: “Quarenta e seis anos foram precisos para a construção deste santuário e tu o levantarás em três dias?” 21Mas Jesus estava falando do Templo do seu corpo. 22Quando Jesus ressuscitou, os discípulos lembraram-se do que ele tinha dito e acreditaram na Escritura e na palavra dele.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.