27 de fevereiro de 2011

EVANGELHO DO DIA 27 DE FEVEREIRO




Ninguém pode servir a dois senhores: ou não gostará de um deles e estimará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro. 
Por isso vos digo: Não vos inquieteis quanto à vossa vida, com o que haveis de comer ou beber, nem quanto ao vosso corpo, com o que haveis de vestir. Porventura não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestido? 

Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam nem recolhem em celeiros; e o vosso Pai celeste alimenta-as. Não valeis vós mais do que elas? 
Qual de vós, por mais que se preocupe, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida? Porque vos preocupais com o vestuário? Olhai como crescem os lírios do campo: não trabalham nem fiam! Pois Eu vos digo: Nem Salomão, em toda a sua magnificência, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã será lançada ao fogo, como não fará muito mais por vós, homens de pouca fé? Não vos preocupeis, dizendo: 'Que comeremos, que beberemos, ou que vestiremos?’ Os pagãos, esses sim, afadigam-se com tais coisas; porém, o vosso Pai celeste bem sabe que tendes necessidade de tudo isso. Procurai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais se vos dará por acréscimo. Não vos preocupeis, portanto, com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã já terá as suas preocupações. Basta a cada dia o seu problema.
 

22 de fevereiro de 2011

O VASO E O OLEIRO


"Eu quero ser, Senhor amado
Como um vaso nas mãos do oleiro
Quebra minha vida e faze-a de novo
Eu quero ser, eu quero ser, um vaso novo[...]" (música)

Chega um tempo em que as mudanças precisam acontecer. As dificuldades vêm e nos mostram que não dá mais para continuar do mesmo jeito. Nos mostram que devemos renunciar a tudo que nos atrapalha e que nos prende à mesmice.
Em nossas atividades pastorais não é diferente: precisamos nos renovar, colocar o joelho no chão e orar. E pedir à Deus que Ele venha nos desfazer e refazer. Como um vaso nas mãos do oleiro.
Pois então Te peço, Senhor: quebra tudo e faz de novo, e de novo Teu amor me refaz.

10 de fevereiro de 2011

CINCO PERGUNTAS QUE OS PROTESTANTES NÃO CONSEGUEM RESPONDER

Confiram um pequeno e edificante texto apologético do Prof. Carlos Ramalhete.

1 - Por favor, diga-me uma razão para aceitar a Bíblia que um muçulmano não poderia usar para considerar o Corão inspirado por Deus.

R - Os católicos aceitamos a Bíblia como Palavra de Deus porque a Igreja que Cristo fundou e confiou a São Pedro (Mt 16,18), e que é a Coluna e Firmamento da Verdade (1Tim 3,15), diz que a Bíblia é Palavra de Deus. Como dizia Santo Agostinho, "creio nos Evangelhos porque a Santa Madre Igreja me diz para crer neles".

2 - Por favor, diga-me porquê você aceita apenas uma parte da Bíblia (afinal, a lista de livros que compõem o Novo e o Antigo Testamento foi determinada ao mesmo tempo - aliás, junto com o título de Mãe de Deus para Nossa Senhora - e você aceita apenas parte do Antigo Testamento), e com que autoridade você o faz.

R - Os católicos aceitamos a Bíblia em sua íntegra porque a lista de livros que a compõem foi definida pela Igreja em 397 d.C., sob a autoridade do Sucessor de Pedro Papa São Dâmaso I.
3 - Por favor, diga-me porque a Bíblia teria precisado de quase 1600 anos para ser entendida corretamente, se ela é teoricamente algo que qualquer um pode ler e entender.

R - Os católicos sabemos que a Bíblia não é algo que qualquer um pode ler e entender sem ajuda (2Pd 3,16, At 8,31), e sabemos que Cristo confiou a São Pedro, o primeiro Papa, a tarefa de tomar conta de Seu rebanho, a Igreja (Jo 21,15-17). Nós seguimos o que os Sucessores de Pedro nos transmitem.

4 - Por favor, explique como alguém pode saber se entendeu a Bíblia corretamente, se ele só pode confiar na Bíblia, e em mais nada; afinal existem cerca de 30.000 seitas protestantes no mundo, cada uma entendendo a Bíblia de maneira diferente e todas achando que estão certas.

R - Os católicos sabemos que é a Igreja que Cristo fundou e confiou a São Pedro (Mt 16,18), e que é a Coluna e Firmamento da Verdade (1Tim 3,15), quem tem a missão de ensinar (Mt 28,19), e que as Escrituras não devem sofrer interpretação particular (2Pd 2,20), pois quem o faz comete erros que o conduzem à perdição (2 Pd 3,16). Assim, sabemos que a explicação feita pela Igreja está certa, e está errada qualquer interpretação diferente desta.

5 - Por favor, prove usando apenas a Bíblia que ela é o que você considera que ela seja (ou seja, a única fonte de Verdade Revelada, composta pelos livros que você aceita, todos eles e só eles). Claro que todo mundo sabe que a Bíblia é Palavra de Deus, boa para o ensino, etc. e tal, mas por favor, tente provar que ela é a única fonte de Palavra de Deus, composta pelos livros que você aceita, todos eles e só eles.

R - Ao contrário dos protestantes, que acreditam na heresia chamada "Sola Scriptura", segundo a qual apenas a Bíblia é Palavra de Deus, os católicos sabemos que além da Bíblia, que não tem toda a Palavra de Deus e não está completa, (Jo 20,30-31; Jo 21,25; 2Ts 2,14), há ainda a Tradição Oral, também revelada por Deus, que deve ser seguida (2 Ts 2,15; 2Ts 3,6; 2Tm 1,13; 1 Cor 11,2; Gl 1,14, 1Tm 6,20; 2Tm 1,14; 2Tm 2,2, etc.). O próprio São Paulo, em At 20,35, cita palavras de Cristo que não estão em nenhum dos Evangelhos , dizendo aos bispos de Éfeso que eles devem lembrar-se delas. Sabemos ainda que os livros que compõem a Sagrada Escritura são os que a Igreja determinou em 397 d.C., mais de mil anos antes dos primeiros protestantes arrancarem sete livros de suas bíblias em 1517 d.C.

Fonte:

RAMALHETE, Carlos. Cinco perguntas que os protestantes não conseguem responder. Site da Associação A Hora de São Jerônimo. Disponível em: http://hsj-online.blogspot.com/ Acesso em: 8 Janeiro 2011.

9 de fevereiro de 2011

A INFLUÊNCIA QUE A MÍDIA FAZ EM CIMA DOS ADOLESCENTES


Deixem suas opiniões...

Este artigo destina-se a alertar o povo de Deus. No qual muitas vezes está cego, e aceita o que a sociedade impõe!

Você já parou para pensar que de época em época aparece uma nova modinha adolescente? Uma nova banda, um novo ícone ou até mesmo gírias que ninguém entende? Esse é o caso da banda Restart, do cantor Fiuk e dos Colírios da Capricho.

Talvez você não conheça nenhum dos nomes citados acima. Mas se você tem filho(a), irmão(ã), conhece algum adolescente ou é adolescente, é muito importante você ler este artigo até o final.

A banda Restart é uma banda que faz um som pop rock emo e usa roupas bem coloridas! Cabelo estilo lambido na testa e repicado. Além das músicas, estão influenciando os adolescentes também com seu estilo e ideias. Pra se ter uma noção, o sucesso começa com os pré-adolescentes que são apaixonados por eles. E isto não só fora da comunidade, mas dentro também. Basta observar como alguns adolescentes se vestem para vir as missas e reuniões de alguns grupos em nossa Igreja.

Fiuk é um cantor, vocalista da banda Hori e ex-ator da Malhação. Também faz sucesso entre as meninas, que olham para ele como um exemplo de homem para casar.

Capricho é uma revista para meninas, e "Colírio da Capricho" é o nome que eles deram para um garoto considerado “lindo”, ele sai no site da capricho com fotos, dados pessoais e um pouco sobre o que ele faz, para as meninas ficarem olhando e conhecendo um pouco sobre ele.
O que mais chama a atenção? Fazem vários perfis no orkut, ele fica famoso em pouco tempo, ficam twittando o dia inteiro, ao ponto de não se preocupar com os estudos, pois já se acham “pop” e isso é o que importa. Uma futilidade tremenda.



O que nós temos a ver com isso?
Como igreja e família precisamos conhecer o que os nossos adolescentes estão buscando como influência. E com certeza as influências citadas acima não são as melhores. Ideologias em letras de músicas que forçam o avanço de adolescentes na vida sexual, uma revista que o "legal" é ficar, ser famoso, a beleza é ditada, e quem não está dentro desta regra está fora da "galera".

E podemos encontrar na Bíblia porções do que Ele pensa sobre algumas modinhas que aparecem por ai. Por exemplo, em Romanos 12:2 diz: "Não se amoldem às estruturas deste mundo, mas transformem-se pela renovação da mente, a fim de distinguir qual é a vontade de Deus: o que é bom, o que é agradavel a ele, o que é perfeito."

Este versículo deveria fazer mais parte de nossa vida. As vezes estamos conformados com algumas situações e achamos que o que vemos é normal. Devemos prestar mais atenção em algumas questões pois pode ser duro o resultado que as más influências farão com o adolescente no futuro.

Pais, peço-lhes que conheçam de perto o que seu filho está fazendo, quem são seus amigos e acima de tudo, seja presente em sua vida! Não deixe seu filho muito tempo na internet sozinho, procure conhecer os sites de relacionamentos no qual ele está participando, as músicas que está ouvindo, quem o rodeia.

Igreja de Cristo, ore pelos adolescentes, continuem valorizando o ministério que temos, ame-os e que a maior influência em suas vidas possa ser Jesus Cristo.

Adolescentes, sejam diferentes, sejam autênticos, e saibam que quem nunca saiu de moda foi Jesus Cristo! O único que é falado, estudado, pesquisado a mais de 2000 mil anos em todo o mundo.


(*) Extraído de um site que fornece formações a jovens cristãos.

Contribuição,
Diórgenes José

2 de fevereiro de 2011

ESCALA DE FEVEREIRO 2011

PARÓQUIA SÃO PEDRO E SÃO PAULO
GCSA – ESCALA DE FEVEREIRO 2011

REUNIÕES: 05/2 – 12/2 às 14:00 e 25/2 às 19:00
ANIVERSÁRIOS: Gabrielle 23/2, J. Lucas 05/2

01/2 – Terça – 15:00 - PASTORAL DOS IDOSOS
GEORGE, JEOÁS, LARISSA

03/2 – Quinta – 19:30
THAÍS, EVERTON, JEOÁS, MARISTELIA, J. VICTOR, J. JÚNIOR
S. RAYARA

06/2 – Domingo
8:00 – J. VICTOR, MARISTELIA, NETO, JONNATHA
19:00 – DARA, JOEVA, J. LUCAS, LARISSA, ISABELLE, GIOVANA
C. GABRIELE       S. SANDERLEY

10/2 – Quinta – 19:30
EURIKLÉCIA, GEORGE, JONNATHA, JULIANA, ISABELLE, NETO
S. THAÍS

13/2 – Domingo – 19:00
RAYARA, DANIELLE, GIOVANA, JACYELLE, J .JÚNIOR, MARISTELIA
C. AMANDA         S. THAMIRYS

17/2 – Quinta – 19:30
SANDERLEY, DANIELY, GABRIELE, J. LUCAS, JULIANA, LARISSA
S. THAÍS NUNES

20/2 – Domingo – 19:00
THAÍS, EVERTON, ISABELLE, DARA, THAÍS NUNES, JACYELLE, AMANDA
C. JOEVA             S. DANIELY

23/2 – Quarta – MISSA DO TERÇO DOS HOMENS – 19:30
J. VICTOR, J. LUCAS, LUCAS, SANDERLEY, JONNATHA, GEORGE
S. EVERTON

24/2 – Quinta – 19:30
THAÍS NUNES, EURIKLÉCIA, JEOÁS, NETO, GABRIELE, JULIANA
S. DARA

27/2 – Domingo - 19:00
JOEVA, DANIELY, JACYELLE, J. JÚNIOR, RAYARA, THAMIRYS
C. LUCAS             S. DANIELLE

ATENÇÃO: É IMPORTANTE A PARTICIPAÇÃO NAS REUNIÕES.
VAMOS TRABALHAR A NOSSA APOSTILA!

EVANGELHO DO DIA 30 DE JANEIRO - 2011




Quando Jesus viu aquelas multidões, subiu um monte e sentou-se. Os seus discípulos chegaram perto dele, e ele começou a ensiná-los. Jesus disse: - Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres, pois o Reino do Céu é delas.
- Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará.
- Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido.
- Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois ele as deixará completamente satisfeitas.
- Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas.
- Felizes as pessoas que têm o coração puro, pois elas verão a Deus. - Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos.
- Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas. - Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem meus seguidores. Fiquem alegres e felizes, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês.

AS BEM-AVENTURANÇAS - PARTE I


O Antigo Testamento diz que na montanha sagrada, Deus entregou as tábuas da Lei a Moisés, esta era o meio para que o povo pudesse alcançar a plena harmonia com Deus. Todavia, esta Lei que deveria ser instrumento de libertação terminou sendo usada de maneira errada criando e fortalecendo uma elite religiosa, uma casta de eleitos, além de uma terrível estrutura econômica em torno do Templo. Esta deturpação da Lei se tornou extremamente opressora e excludente para o povo. Os trabalhadores empobrecidos, em condições precárias de vida, não tinham condições de observar os inúmeros preceitos da Lei, sendo considerados "pecadores", e ficavam em débito com os códigos de purificação a serem cumpridos no Templo de Jerusalém, mediantes ofertas e sacrifícios. Por outro lado, as elites religiosas e econômicas vinculadas ao Templo e às sinagogas, cumprindo estes códigos, se consideravam "puras", "justas", e "santas". 
Agora, Jesus, na montanha proclama as bem-aventuranças como o caminho da libertação e do amor para ser o fermento da transformação do mundo. As bem-aventuranças não têm o mesmo caráter que os mandamentos. Elas são um convite e uma proposta de vida nova, na prática da justiça que conduz à paz (cf. primeira leitura). Priorizando o direito à vida plena, conforme a vontade do Pai, Jesus empenha-se em remover as cadeias da lei injusta e opressora. Realiza-se o anúncio de Maria em seu cântico por ocasião de sua prima Isabel, ambas grávidas de seus filhos: "Deus agiu com a força de seu braço, dispersou os homens de coração orgulhoso. Depôs os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. Cumulou de bens os famintos e despediu os ricos de mãos vazias" (Lc 1,51-53).

AS BEM-AVENTURANÇAS - PARTE II



Lucas, no seu evangelho, apresenta quatro bem-aventuranças para os pobres contrastando com quatro lamentações sobre os ricos (Lc 6,20-26). A esperteza, a ambição da riqueza, a sede de poder na acumulação de bens, que são a "sabedoria" deste mundo, são na realidade loucura e perdição diante de Deus; por sua vez, os pobres que se reúnem fraternalmente nas comunidades dos discípulos de Jesus encontram a vida em abundância, em comunhão com Deus (segunda leitura). Os pobres encontram seu espaço nas novas comunidades onde se vive a partilha. Os que choram passam a sorrir no novo convívio fraterno. Os mansos cativam os corações aproximando-os entre si. Os que têm fome e sede de justiça clamam e questionam a sociedade opressora, exploradora e excludente, empenhando-se na construção de uma nova sociedade, justa e fraterna. Os misericordiosos, cheios de compaixão, libertam aqueles que têm uma consciência carregada de culpabilidade, moldada sob a ideologia do sistema opressor. Os de coração puro são sensíveis a tudo o que há de bom e digno nos irmãos, valorizando a cada um, sem nenhuma discriminação. Os pacíficos se empenham na construção de um mundo livre da ambição e da violência daqueles que, seduzidos pela acumulação de riquezas, fazem a guerra e tiram o alimento dos pobres para transformá-lo em armas de destruição maciça. A prática libertadora do amor subverte a ordem dos ricos poderosos e violentos. Quem assume esta prática fica sob a ameaça da perseguição e da difamação. E muitos foram os que tiveram suas vidas imoladas por sua solidariedade com os empobrecidos, humilhados e explorados. Porém a alegria de unir sua vida com a vida de todos, em comunhão de vida com o Pai, é eterna.